terça-feira, 24 de junho de 2008

Um relance do Paraíso


A glimpse of heaven, originally uploaded by pmsmgomes.

A história por detrás da foto


Numa recente viagem ao país do sol nascente, em Maio, sobrou-nos um resto de tarde para darmos um passeio.

Como todos já conheciam os ícones tradicionais de Tóquio, decidimos ir até um jardim que alguém havia visto num guia de bolso.

Lá fomos, de metro e comboio de superfície até à estação de Komagome.

Seriam umas 16:30 locais nesse momento.

Perguntámos a vários transeuntes onde ficava o jardim de Rikugi-en no nosso melhor e pior Inglês na esperança de sermos bem sucedidos nas primeiras tentativas. Nas segundas lá conseguimos a informação tanto perguntada. Seriam umas 17:00H

Alguns elementos do grupo estavam um pouco cépticos relativamente ao valor adicionado de tal visita.

Eis que nos encontramos na entrada do jardim, pouco promissor debaixo de um céu acinzentado e com uma promessa de luz que cedo se iria desvanecer.

Após o pagamento da entrada e de termos ficado um pouco desiludidos com a notícia da hora de encerramento do jardim, às 17:30H, apressámos-nos a entrar, sem expectativas.

Pois mesmo que as tivéssemos, estas seriam facilmente ultrapassadas com o espectáculo que se perfilou no nosso olhar.

Um local rigorosa e impecavelmente bem tratado, diria, incólume! Tudo no sítio, arranjadinho à boa maneira sábia e paciente tão característica do povo Japonês.

Sem descurar um detalhe, a harmonia em formas e cores reinava, no meio de uma limpeza que, no fim do dia, quase à hora de fechar, parecia acabada de fazer. Nem um sinal de lixo no chão!

Apressadamente, dirigi-me aos pontos que me pareciam mais favoráveis para fazer umas fotos.

De monopé e guarnecido com uns filtros, quase que perdi a noção do tempo.

A chuva serviu de despertador. Eram quase 17:30H quando em passadas largas, abrigando-me da chuva, me dirigi para a entrada do jardim, onde os outros aguardavam por mim.

Olhei para trás de relance e prometi a mim mesmo que, se um dia voltar a Tóquio, terei de voltar a Rikugi-en com tempo de sobra, nem que seja sozinho, com votos de um céu mais azul.... e agora, sabendo onde fica, chego lá mais rápido...

4 comentários:

Selenis disse...

A foto é linda, como habitualmente, mas saber a história por trás dela dá-lhe um gostinho todo especial :)
É tão chato descobrir um lugar fantástico quase à hora de fecho!

Bjos

gustty disse...

amén!

BB (O.ö) disse...

Grande ideia Pedro!!!
Há sempre tantas historias por tras das imagens que tiramos....
Muito bom!!
Vou adicionar-te nos faves d'O Meu Anel :))

Samarkan disse...

Gostei Pedro, a lugar que mereçem ser re-vositados, posso imaginar a paz e armonia, o pobo japonés e único...a foto e linda...acho que so e uma parte dum todo que debe ser espléndido...